sábado, 24 de setembro de 2016

Itália e o Destino



Falar de Itália, é falar de mim!
Na viagem que fiz a Itália, uma das perguntas que faziam: Porque vieste para este caminho?

Entre as respostas que dava, respondia : Não Sei!

E no meio de todo o caminho, eu sabia que no caminho de Roma, falado por Paulo Coelho, haveria o Amor, dado de forma espontânea por tantos que cruzavam no caminho! 

Por entre os silêncios de uma montanha, com o por de sol no horizonte, pelos caminhos de solidão, senti naquele momento que estar ali era efectivamente o meu destino! 

Estar ali era uma resposta ao Coração, ao meu! 
Viver com a sensação do vazio, estar de partida dentro de 3 dias, para outro destino, é sentir que o vazio, vai atenuando, e as decisões na vida mudam-se e transformam-se novamente em algo mais!

E no meio, desta loucura de um dia atrás do outro, segue-se o destino que nos chama para o caminho, e sei por mais uma vez que vou estar novamente no caminho de alguém, a entregar uma mensagem, a fazer o papel que os anjos fazem todos os dias!

E nesta correria, sai numa procura de um filme, surge o filme O Profeta, baseado no livro de Khalil Gibran! Foi também neste autor que Paulo Coelho, se baseou para escrever o seu Maktub!

Maktub - Está Escrito! 

E neste escrito que já está pelo universo que rodeia, as palavras são muitas, e a percepção do que temos de fazer também! A Vida acontece nos pormenores e nos intervalos da chuva!

E neste instante, volta o passado muito longínquo, da minha primeira visita a feira do livro, onde acabei por encontrar o livro, edição de colecção em português do Profeta de Gibran!

O texto adaptado muito fala do amor, das crianças e do trabalho! E surge aquela parte em que falam do amor, como no Wisdom book de Andrew Zuckerman!





E surge aquela sensação que a solução é o amor, o amor sem cobranças. 
Andrew Wyeth partilha aquela reflexão de a resposta está no amor que damos em tudo o que fazemos! 

E fica aquela sensação de tudo o ainda vêm ai! 

...






domingo, 11 de setembro de 2016

Vida!

Nos dias que se seguem a uma grande viagem, são sempre dias de silêncio. Para alguns. 
Nestes dias que se seguiram, a Itália, tudo aconteceu! A vida está nos pormenores, e neste momento vemos a braços com a mudança de um paradigma. 

Construir uma mensagem para o mundo!

Como se constrói uma mensagem para tocar o mundo? 

Sendo nós próprios, sentes que começas a preparar a diferença, e a mensagem que sentes em parte que queres dar ao mundo começa a crescer em ti!

Como se muda o mundo? 

Criando alternativas, e fomentando-as!!!!

Tudo o resto acontece!

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Sufi!

Feliz é aquele que conhece o perfume do que perdeu.

Happy is the one who knows the scent of that lost.

Heureux est celui qui connaît le parfum de cette perte.

Felice è colui che conosce il profumo di quella perduta.


Feliz es el que conoce el olor de esa perdida.

Ditado Sufi